Portugal: hedging austerity using future

thumb-membro

Luís Faria

Investigador e Presidente do Contraditório
"Portugal tem de remodelar as leis e instituições nas quais assentam os mercados"

Publicado a 30 Abril 2012 em Economia e Finanças

Verbalizar a importância da liberalização dos mercados, o empreendedorismo e a concorrência não é suficiente para tranquilizar os mercados. Portugal tem de implementar peremptoriamente as reformas estruturais necessárias, não apenas para beneficiar de credibilização imediata mas sobretudo para remodelar as leis e instituições nas quais assentam os mercados, por forma a restaurar a decência e um Estado mais justo e eficaz como pilares de um futuro mais promissor.

Participe na discussão

O Contraditório confere a todos os utilizadores o direito de acederem, rectificarem e eliminarem os respectivos dados pessoais. Os dados recolhidos destinam-se apenas à identificação do autor da mensagem.


Código de validação